Aflito, Botafogo enfrenta Portuguesa

O Botafogo foi o primeiro entre os quatro grandes do Rio a ser derrotado por uma equipe pequena no Campeonato Carioca. Neste sábado, contra a Portuguesa, às 16 horas, no Estádio Luso Brasileiro, o Alvinegro precisa mais do que nunca de uma vitória se quiser se manter com chances de classificação às semifinais da competição. Até mesmo um empate pode deixar o time do técnico Levir Culpi numa situação complicada.Para alegria do treinador, dois jogadores considerados titulares estão recuperados de contusão e voltam ao time. São eles: o lateral-esquerdo Jorginho Paulista e o meia Camacho. Já Almir, que estava com hepatite, só deve retornar na estréia do Botafogo na Copa do Brasil, quarta-feira, contra o Maranhão.Apesar da volta dos dois jogadores, Levir Culpi não terá o atacante Alex Alves, expulso na derrota para o Americano, na última rodada. Ele será substituído pelo jovem Hugo. Esta será a segunda vez em que o jogador vai iniciar uma partida como titular. A primeira foi em 2003 quando atuou na derrota para o Náutico, ainda pela Série B do Campeonato Brasileiro. "Só espero que agora a história seja diferente. Quero, inclusive, marcar um gol para dedicar à minha família", disse Hugo.Já o meia Carlos Alberto teve uma conversa nesta sexta-feira com três integrantes de uma torcida organizada do Botafogo. Desde que retornou ao clube, após uma passagem pelo São Paulo em 2003, o jogador vem sendo hostilizado pelos torcedores que não o perdoam pelo fato do atleta ter se negado a disputar a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. "Está tudo resolvido. Eles pediram dedicação e prometeram parar com as vaias", disse Carlos Alberto.Outros jogos - O Olaria recebe o Americano, às 16 horas, na Rua Bariri, enquanto o América vai até Cabo Frio enfrentar a Cabofriense, às 20h30, no Estádio Correão.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2004 | 18h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.