África do Sul derrota França, mas se despede do Mundial

A seleção da África do Sul bateu a França por 2 x 1 nesta terça-feira, mas se tornou a primeira seleção anfitriã a ser eliminada na primeira fase de um Mundial.

REUTERS

22 de junho de 2010 | 13h01

Os sul-africanos, comandados pelo brasileiro Carlos Alberto Parreira, abriu o placar aos 20 minutos com Bongani Khumalo. Cinco minutos depois, a França ficou em desvantagem numérica também dentro de campo, com a expulsão de Toann Gourcuff.

Com um a mais, Katlego Mphela ampliou aos 37 para os donos da casa. Mas a África do Sul não aproveitou novas chances e chegou a mandar uma bola na trave.

Precisando de mais gols para chegar às oitavas-de-final, os Bafana Bafana foram para o ataque e permitiram que a França diminuísse aos 25 do segundo tempo com Florent Malouda.

Apesar de entrar para a história como primeiro técnico de uma seleção anfitriã a ser eliminado ainda na primeira fase de um Mundial, o resultado deu a Parreira sua primeira vitória em Copas do Mundo com uma seleção que não fosse a brasileira. Ele também já dirigiu as seleções de Kuweit, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos em Mundiais.

(Reportagem de Mark Gleeson)

Tudo o que sabemos sobre:
COPAFRANCAAFS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.