África do Sul fecha amistosos com China e Finlândia, mas quer Argentina

A seleção da África do Sul disputará amistosos contra a China e a Finlândia mo mês que vem, na Alemanha, mas o técnico brasileiro Carlos Alberto Parreira quer que a equipe enfrente a Argentina antes da Copa.

EFE,

24 de março de 2010 | 12h00

"Você vê todos os canais de TV e Messi é a única pessoa da qual estão falando no momento", disse Parreira à edição de hoje do jornal Bussiness Report.

A intenção de Parreira e da federação sul-africana de futebol é disputar um amistoso contra a seleção de Maradona em 27 de maio, no estádio Soccer City, o mesmo que abrigará o jogo de abertura e a fina da Copa deste ano.

No entanto, a federação argentina cobrou US$ 1,5 milhão pelo jogo, valor que dificilmente os sul-africanos aceitarão pagar.

A federação sul-africana espera que a seleção nacional jogue os amistosos contra a China e a Finlândia nas instalações em que a equipe se concentrará a partir de 10 de abril, na cidade alemã de Hertzogenaurach.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.