África do Sul leva jogo das Eliminatórias para cidade de goleiro morto

Estádio Moses Mabhida, um dos palcos da Copa do Mundo de 2010, receberá o jogo contra o Sudão, marcado para o dia 15 de novembro

Estadão Conteúdo

30 de outubro de 2014 | 13h01

A África do Sul decidiu mudar o local do seu próximo jogo nas Eliminatórias da Copa Africana de Nações como uma forma de homenagear o goleiro Senzo Meyiwa, morto no último domingo, levando o compromisso, que estava marcado para Nelspruit, para Durban, a sua cidade natal.

O presidente da Associação sul-africana de Futebol, Danny Jordaan, explicou que a entidade recebeu a autorização da Confederação Africana de Futebol para alterar o local da partida para realizar a homenagem ao goleiro. O dirigente também disse que uma estátua de Meyiwa será construída.

Assim, o Estádio Moses Mabhida, um dos palcos da Copa do Mundo de 2010, receberá o jogo contra o Sudão, marcado para o dia 15 de novembro, em que a África do Sul assegurará presença na Copa Africana de Nações de 2015, marcada para o Marrocos, em caso de vitória.

O Moses Mabhida também será utilizado no próximo sábado para o funeral de Meyiwa, que também era jogador do Orlando Pirates. O goleiro foi o capitão da África do Sul nos seus quatro jogos do torneio classificatório e não sofreu gols, o que deixou a seleção próxima da vaga na Copa Africana de Nações.

Meyiwa, de 27 anos, foi morto no último domingo, ao ser baleado em uma tentativa de assalto quando estava na casa da sua namorada. O seu assassinato provocou comoção na África do Sul e levou os dirigentes locais a adiarem o clássico de Soweto, entre Orlando Pirates e Kaiser Chiefs, que seria disputado no fim de semana.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolÁfrica do SulSenzo Meyiwa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.