Oliver Weiken/EFE
Oliver Weiken/EFE

África do Sul luta por classificação contra Espanha

Comandados por Joel Santana, sul-africanos precisam de um empate para continuar na Copa das Confederações

Agência Estado,

19 de junho de 2009 | 17h52

BLOEMFONTEIN - Preocupada em não decepcionar sua torcida, a África do Sul luta neste sábado para conseguir a vaga nas semifinais da Copa das Confederações. O problema é que a adversária da seleção sul-africana no jogo que acontece a partir das 15h30 (horário de Brasília), no Estádio Free State, em Bloemfontein, será a poderosa Espanha, que já está classificada - acompanhe pelo estadao.com.br.

 

Veja também:

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

 

Enquanto a Espanha lidera com seis pontos, a África do Sul ocupa o segundo lugar no Grupo A, com quatro. Assim, para conseguir a vaga, os sul-africanos precisam de um empate neste sábado. E podem se classificar até mesmo em caso de derrota, dependendo do resultado do Iraque, que tem um ponto e enfrenta a lanterna Nova Zelândia no mesmo horário.

 

Apesar de já estarem classificados para as semifinais, os espanhóis têm um motivo especial para complicar a vida da África do Sul. Caso ganhe neste sábado, a Espanha se tornará a seleção com o maior número de vitórias seguidas na história: 15. Além disso, irá igualar o recorde de invencibilidade do Brasil, que ficou 35 partidas sem perder entre 1993 e 1996.

 

Mesmo com a chance de fazer história, o técnico Vicente del Bosque deve poupar alguns titulares espanhóis. A expectativa é que jogadores importantes como o goleiro Casillas, o meia Xavi e o atacante Fernando Torres fiquem descansando para as semifinais da Copa das Confederações. "Não pensamos em recordes. Pensamos em ganhar", avisou o volante Carzola, que deve jogar neste sábado.

 

 Espanha
Reina; Puyol, Piqué, Albiol e Arbeloa; Busquets, Cazorla, Fabregas e Riera; David Villa e Güiza
Técnico: Vicente del Bosque
 África do Sul
Khune; Gaxa, Mokoena, Booth e Masilela; Sibaya, Dikgacoi, Modise e Pienaar; Parker e Fanteni
Técnico: Joel Santana
Árbitro: Pablo Pozo (Chile)

Estádio: Free State, em Bloemfontein (África do Sul)

Horário: 15h30 (de Brasília)

TV: SporTV

Para a África do Sul, o jogo deste sábado vale a sobrevivência na competição, sendo que uma eliminação precoce pode até custar o emprego do técnico brasileiro Joel Santana. "Teremos um desafio diante da melhor seleção do mundo. Não conseguir a vaga seria um desastre", admitiu o zagueiro Booth. "Precisamos de apoio total dos nossos torcedores", pediu o capitão Mokoena.

 

"É muito importante para a nossa seleção jogar com confiança, bem posicionada e organizada em campo", avisou Joel Santana, que vem sofrendo duras críticas dos sul-africanos na Copa das Confederações. "Temos que jogar muito bem diante da Espanha, porque é um jogo muito perigoso."

 

Uma das armas dos donos da casa no desafio deste sábado estará justamente fora de campo. Diante da reclamação de alguns jogadores espanhóis com o barulho insistente das cornetas (chamadas de vuvuzelas) nos estádios da África do Sul, os jogadores sul-africanos pediram o ruidoso apoio dos torcedores no Estádio Free State, em Bloemfontein.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.