África do Sul perde para Etiópia e não disputará Copa do Mundo

Resultado classificou seleção etíope para fase final das Eliminatória Africanas

AE, Agência Estado

16 de junho de 2013 | 12h37

SÃO PAULO - País-sede da última Copa do Mundo, a África do Sul está fora da Copa de 2014 no Brasil. Neste domingo, a equipe perdeu o confronto direto contra a Etiópia, fora de casa, em Adis-Abeba, por 2 a 1, e já não tem mais chances de avançar no Grupo A das Eliminatórias Africanas para a Copa.

O sul-africanos começaram mal as Eliminatórias, com dois empates, mas se recuperaram depois de vencer a República Centro-Africana duas vezes (em março e na semana passada). Em seguida precisavam bater a Etiópia, líder do grupo, para continuar sonhando com a Copa, mas não resistiram ao futebol da equipe que busca seu primeiro Mundial.

Neste domingo, Bernard Parker, atacante do Kaizer Chiefs (África do Sul), foi do céu ao inferno. Foi ele quem abriu o placar do jogo, aos 33 minutos. Kebede deixou tudo igual e Parker voltou a marcar aos 25 do segundo tempo, mas contra, decretando a derrota da sua seleção.

O resultado classificou a Etiópia para a última fase das Eliminatórias. A equipe etíope chegou aos 13 pontos no Grupo A e não vai perder a liderança na última rodada, em setembro, porque a África do Sul tem oito, Botsuana quatro e a República Centro-Africana três pontos. Só o primeiro colocado de cada um dos 10 grupos avança aos mata-matas decisivos pelas cinco vagas da África na Copa do Mundo.

MAIS CLASSIFICADOS - Outros favoritos, porém, confirmaram a classificação para a fase decisiva das Eliminatórias Africanas. É o caso da Costa do Marfim, que fez 4 a 2 sobre a Tanzânia, fora de casa, neste domingo, com dois gols de Yaya Touré e um de Traoré. Com o resultado, foi a 13 pontos no Grupo C, eliminando Marrocos, que ficou com oito. Tanzânia (seis) e Gâmbia (um) também estão fora.

Pelo Grupo G, o Egito se garantiu no mata-mata ao vencer seu quinto jogo seguido, fazendo 1 a 0 em Moçambique. Único time que tem 100% de aproveitamento, os egípcios chegaram a 15 pontos. Guiné, que joga logo mais contra o Zimbábue, tem sete e está entre os eliminados.

Gana vai chegar à última rodada, em setembro, dependendo de um empate em casa contra a Zâmbia para se classificar. O time ganês venceu Lesoto por 2 a 0 neste domingo, fora de casa, e chegou a 12 pontos, contra 11 da Zâmbia, que tropeçou em casa ao empatar em 1 a 1 com o Sudão, no sábado. Sudão e Lesoto já deixaram a briga pela classificação.

Já pelo Grupo H a Argélia deu um grande passo para chegar aos mata-matas ao vencer Ruanda, fora de casa, por 1 a 0, neste domingo. A equipe argeliana chegou a 12 pontos e pode conseguir a classificação ainda neste domingo. Mali, que tem sete, precisa vencer Benin logo mais para seguir sonhando. Se fizer isso, chega com chances ao confronto direto contra a Argélia, fora de casa, em setembro. Os demais estão eliminados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.