África do Sul pode legalizar prostituição para Copa 2010

A África do Sul pretende legalizar a prostituição para a Copa do Mundo de 2010. A medida serviria para evitar que um grande número de torcedores e turistas fossem detidos pela polícia durante a competição.O consumo de álcool em lugares públicos, que é penalizado por lei, também poderia ser alvo de uma maior tolerância por parte das autoridades. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pela imprensa local.Os responsáveis pela segurança do país teriam pedido aos deputados que estudassem uma reforma legal nesses temas para evitar problemas com os torcedores. Ademais, a proposta teria de ser "suficientemente boa" para evitar polêmicas no próprio país.Com uma das mais altas taxas de criminalidade do mundo, a África do Sul espera receber um milhão de turistas durante o Mundial. Por esse motivo, o país pretende alterar as leis para não espantar os torcedores e, conseqüentemente, arrecadar menos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.