Dolores Ocho/AP
Dolores Ocho/AP

Agente de Aguirre diz que espera por São Paulo até segunda-feira

Empresário nega acerto do técnico uruguaio com futebol do Catar

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

20 Novembro 2015 | 20h28

O São Paulo tem até segunda-feira para definir se quer o uruguaio Diego Aguirre como técnico do time para a próxima temporada. Caso contrário, ele irá assumir o comando do Al-Gharafa, do Catar, clube que nesta sexta-feira chegou a confirmar a contratação dele, mas que não foi confirmada pelo empresário do treinador, Juan Figer.

Segundo o agente, o clube do Morumbi ainda tem a preferência na negociação. "O São Paulo tem até o fim da semana como prazo para confirmar interesse. Até agora houve conversa com a diretoria e não nos procuraram mais", disse. Figer se mostra pessimista sobre um possível acordo com o time paulista e afirmou que o mais correto é aguardar até a próxima semana para se ter uma definição.

Aguirre está sem clube desde que deixou o Inter no primeiro semestre logo após a eliminação na semifinal da Copa Libertadores para o Tigres, do México, na semifinal. O ex-atacante atuou no São Paulo em 1990 e tem a carreira agenciada pelo mesmo empresário do zagueiro Diego Lugano. O defensor também chegou a ser procurado pelo clube como reforço para a próxima temporada.

O técnico uruguaio integra uma lista de possíveis comandantes do time para o próximo ano. A diretoria também tem preferência por Cuca. Atualmente no futebol chinês, no Shandong Luneng, ele trabalhou na equipe em 2004 e tem como um dos entraves para a contratação o salário de cerca de R$ 1 milhão. Outro possível alvo é de Paulo Autuori, campeão mundial e da Libertadores pelo São Paulo em 2005 e que está sem clube desde ter pedido demissão do Cerezo Osaka, do Japão, no começo desta semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.