Agente de Hodgson é punido por transação de Gomes

O empresário do técnico Roy Hodgson, da seleção da Inglaterra, foi advertido pela Fifa sobre sua conduta futura nesta sexta-feira depois de quebrar regras em uma transferência envolvendo o goleiro Gomes. Leon Angel violou duas cláusulas da legislação para agentes de jogadores durante a transferência de Gomes do PSV Eindhoven para o Tottenham em julho de 2008, disse a Fifa.

AE-AP, Agência Estado

08 de fevereiro de 2013 | 09h57

O caso foi encaminhado pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) para a Fifa em junho de 2011. Menos de um ano depois, Angel trabalhou com a FA para ajudar a negociar o contrato de Hodgson para assumir o comando da seleção da Inglaterra.

O comitê disciplinar da Fifa multou Angel em 7 mil francos suíços e o ordenou a realizar o pagamento dos custos do processo disciplinar. A entidade disse que alertou o empresário que "uma (outra)quebra vai resultar em mais severa punição, até mesmo a retirada da licença de agente de jogadores".

Angel quebrou duas regras na negociação de Gomes. Uma cláusula identificada pela Fifa no caso diz respeito a ter um "contrato de representação por escrito com o jogador ou clube". A segunda requer que "todos agentes de jogadores devem garantir que o seu nome, assinatura e o nome de seu cliente apareçam em todos os contratos resultantes de operações em que ele está envolvido".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaRoy HodgsonGomesLeon Angel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.