Reprodução
Reprodução

Aglomeração de torcedores em festa no aeroporto marca volta do Flamengo ao Rio após conquista

Nem atraso do voo em três horas desmobilizou a torcida rubro-negra no desembarque do time campeão brasileiro em 2020

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de fevereiro de 2021 | 10h01

A delegação do Flamengo, que conquistou o título de campeão do Campeonato Brasileiro de 2020 na noite de quinta-feira, em São Paulo, foi recepcionada com muita festa no início da manhã desta sexta em sua volta ao Rio de Janeiro. Torcedores aguardaram aglomerados e sem máscara a chegada do time no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) e viram o avião aterrissar às 6h30.

A previsão inicial era de que a delegação, que embarcou de madrugada no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, chegasse por volta das 5h30 à capital fluminense, mas houve atraso. Mesmo assim, por volta de 2h30, muitas pessoas já estavam no Galeão. Um ônibus levando os jogadores deixou o Terminal de Cargas do aeroporto pouco antes das 7 horas. Por medida de segurança, homens da Polícia Militar e batedores do Batalhão de Choque fizeram a escolta do veículo.

Os jogadores e a comissão técnica seguiram para o CT Ninho do Urubu, no bairro de Vargem Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. No trajeto, o motorista parou em um posto de gasolina na Barra da Tijuca para que alguns atletas deixassem o ônibus. Eles entraram em carros particulares e seguiram em outras direções. Pessoas nas ruas dos bairros do Rio festejaram o título.

Com as conquistas de 2019 e 2020, o Flamengo igualou o feito dos anos 80, quando foi campeão em 1982 e 1983, na era Zico. No sistema de pontos corridos, desde 2003, apenas São Paulo (2006, 2007 e 2008) e Cruzeiro (2013 e 2014) haviam levantado a taça em anos seguidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.