Agora como técnico, Roger celebra volta ao Grêmio e quer 'reviver alegrias'

Depois de ser personagem de algumas das principais glórias do Grêmio nos anos 90, o ex-lateral Roger está de volta ao clube. Agora chamado de Roger Machado, ele é o novo técnico da equipe gaúcha, substituindo justamente seu mentor do início daquela década, Luiz Felipe Scolari. E o treinador não escondeu que tudo que deseja é reviver aqueles tempos de glória na nova função.

Estadão Conteúdo

26 de maio de 2015 | 19h07

"Voltar para casa nesse momento é uma satisfação e um prazer. É um orgulho estar diante do comando dessa instituição centenária, que tanto me ofereceu. Sei o trabalho e a responsabilidade que assumo, mas tenho certeza que podemos construir algo muito positivo. Podemos resgatar muita coisa, reviver muitas alegrias, construindo uma equipe competitiva, com a qual nosso torcedor se identifique", declarou.

Após se aposentar dos gramados, foi no Grêmio que Roger iniciou sua trajetória para ser treinador, ainda como auxiliar, entre 2011 e 2013. Depois, passou por Juventude e Novo Hamburgo, onde fez bons trabalhos. Agora, volta ao clube tricolor com mais experiência, mas sem esquecer de tudo que viveu quando ainda atuava no Olímpico.

"O que me trouxe de volta ao clube foi a minha recente trajetória como treinador no interior, mas também a minha caminhada após ser formado dentro do clube. Ter vindo das categorias de base do Grêmio me permite ver muitas coisas que eu consigo intervir e colaborar com a minha capacidade como treinador", apontou.

Hoje com 40 anos, Roger foi formado nas divisões de base do Grêmio e ganhou a sua primeira oportunidade entre os profissionais em 1994. Ele permaneceu no clube até 2003, com 504 jogos disputados, sete gols marcados e 16 títulos conquistados. Em setembro de 2011, inclusive, entrou para a Calçada da Fama do Grêmio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioRoger Machado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.