Arquivo/AE
Arquivo/AE

Agora na Inglaterra, Julio Cesar mira volta à seleção

Goleiro, fora das convocações desde o ano passado, jogará o Campeonato Inglês pelo Queens Park Rangers

AE, Agência Estado

29 de agosto de 2012 | 09h28

O goleiro Julio Cesar confirmou que definiu o seu futuro e acertou a sua transferência para o Queens Park Rangers. Sem espaço na Inter de Milão, clube em que se consagrou mundialmente, o jogador vai atuar no clube de Londres e terá a oportunidade de disputar o Campeonato Inglês. No novo clube, ele terá a companhia do lateral Fábio, ex-Manchester United.

O titular da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2010 reconheceu que a troca da Inter de Milão pelo Queens Park Rangers pode ser considerada surpreendente. "Até eu fiquei um pouco surpreso com essa situação, mas posso dizer que estou muito feliz com a oportunidade que o Queens Park Rangers está me dando, de vir morar em Londres, aprender o inglês e jogar na Premier League (Campeonato Inglês)", disse, em entrevista ao SporTV.

Julio Cesar explicou que a sua permanência na Inter de Milão ficou praticamente insustentável após o clube sugerir a redução do valor do seu salário. Assim, o goleiro, de 32 anos, foi procurado pelo Queens Park Rangers e decidiu trocar de clube. O jogador perdeu espaço no time italiano após a Copa do Mundo de 2010 e viu a equipe se reforçar com o goleiro esloveno Samir Handanovic para temporada 2012/2013.

"Tudo nasceu nas férias, quando a Inter de Milão me propôs uma redução de salário. Nenhum jogador no meu lugar faria essa redução de salário, não sou hipócrita, falo abertamente e tranquilamente sobre isso. Começou uma situação meio chata entre as duas partes. Depois nasceu essa situação com o Kia (Joorabchian). Estava em casa, na Itália, falei com o meu procurador, o Josias Cardoso, e acho que foi uma boa escolha", disse.

Sem defender a seleção brasileira desde a Copa América de 2011, Julio Cesar ressaltou que o seu principal objetivo é voltar a atuar pela equipe dirigida por Mano Menezes. Para ele, possíveis boas atuações no Queens Park Rangers podem levá-lo a voltar a ser convocado pelo treinador.

"Quando essa situação surgiu, passaram milhões de coisas na cabeça, porque eu tenho um projeto de voltar à seleção brasileira. Apesar do time não ter uma expressão grande, acho que o Campeonato Inglês é visto no mundo inteiro, acho que vou ter muito mais trabalho do que na Inter de Milão", comentou.

Em sete anos na Inter de Milão, Julio Cesar atingiu o status de um dos melhores goleiro do mundo e foi importante para a conquista do título da Liga dos Campeões da Europa na temporada 2009/2010. Assim, ele quer ir ao San Siro, neste domingo, para se despedir do torcedor do clube antes do duelo com a Roma, válido pelo Campeonato Italiano.

"Vou assinar a rescisão com a Inter de Milão, vou agradecer o presidente (Massimo Moratti) por esses sete anos que vivemos juntos, só maravilhosos. Vou pedir a ele para que no jogo Inter e Roma, no San Siro, antes da partida, eu possa entrar em campo pelo menos para dar um abraço coletivo em todos os torcedores. Acho que seria bacana da minha parte e que o torcedor da Inter gostaria isso. Até porque eu não tive contato, não fui para a pré-temporada, foi uma coisa muito estranha o que aconteceu nesse período. Acho que o presidente não vai me negar isso", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.