?Agradeço a Deus?, diz Ronaldinho

O meia atacante Ronaldinho Gaúcho, eleito nesta segunda-feira o melhor jogador do mundo na temporada 2005, foi econômico nos agradecimentos ao receber o prêmio concedido pela Fifa na festa de gala realizada em Zurique. ?Agradeço aos meus companheiros de clube e de seleção, sem os quais eu não estaria aqui?, disse o atacante, destaque do time do Barcelona. ?Mas quero agradecer principalmente a Deus por me dar saúde para fazer a coisa que eu mais gosto no mundo, que é jogar futebol e, com isso, levar felicidade a muitas pessoas. É isso que me dá motivação para continuar?, concluiu o jogador.Além de melhor jogador do ano, a Fifa entregou ao ex-árbitro sueco Anders Frisk um prêmio especial. Ele antecipou sua aposentadoria depois de ter recebido ameaças de morte por parte de torcedores, após uma partida entreChelsea e Barcelona pela Liga dos Campeões da Europa, disputado na última temporada no Camp Nou. O sueco integrava a lista de árbitros selecionados para a Copado Mundo de 2006. Com o prêmio, a Fifa tenta promover "o respeito e adisciplina" e enviar "uma mensagem de apoio aos colegas de Frisk", explicou a entidade. IQUITOS - A cidade peruana de Iquitos foihomenageada com o prêmio fair play de 2005 por sua"excelente acolhida" ao Mundial sub-17, disputado no Peru, "e pelainesquecível amabilidade de sua gente", na entrega dos prêmiosanuais da entidade em cerimônia realizada em Zurique. "O torneio transcorreu em ambiente maravilhoso, e pelacontribuição de Iquitos ao torneio e ao mundo do futebol, a Fifaacredita que merece o prêmio, que vai destinado à comunidadefutebolística de Iquitos", comentou o ex-árbitro internacionalUrs Meier, responsável pelo anúncio do prêmio.

Agencia Estado,

19 de dezembro de 2005 | 18h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.