Água Santa contrata meia Roger Gaúcho e continua obras no estádio em Diadema

Mesmo com o impasse sobre sua participação no Campeonato Paulista por falta de estádio, o Água Santa continua reforçando seu elenco para disputar pela primeira vez a competição em 2016. Nesta quinta-feira, a diretoria confirmou o acerto com o meia-atacante Roger Gaúcho, ex-Ceará, com passagens por Santos e Ponte Preta. O técnico Márcio Ribeiro ainda espera por mais reforços.

Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2015 | 21h33

Gaúcho, de 29 anos, não atua desde junho, quando rescindiu com o Ceará. Lá, disputou 11 jogos e marcou um gol. O caçula do Paulistão, agora, soma 21 jogadores no elenco. A ideia é que as outras sete vagas sejam completadas antes da estreia na competição, marcada para o dia 31 de janeiro.

Se o elenco está quase pronto, o Água Santa corre atrás da ampliação do estádio Inamar, que precisa ter capacidade mínima para 10 mil torcedores. Um setor da construção desabou no sábado e gerou mais um problema para a diretoria, que promete encontrar uma solução com a instalação de arquibancada tubular fixa. O contingente de trabalhadores também foi aumentado.

O cronograma está um pouco atrasado devido às chuvas. O setor mais prejudicado é a drenagem do campo. Metade está pronta e a outra metade precisa ser concluída, além do plantio da grama. O prazo máximo é dia 15 de dezembro, 45 dias antes do início da competição, que acontece dia 31 de janeiro.

Se confirmado no Paulistão, o Água Santa estará no Grupo D, ao lado de Corinthians, Red Bull, Mogi Mirim e Rio Claro. Caso contrário, o Mirassol vai ocupar a vaga, por ter sido o quinto colocado no Paulista A2 de 2015.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato PaulistaÁgua Santa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.