Futpress
Futpress

Água Santa e Mirassol empatam, e Santos garante classificação na liderança do grupo

Times sofreram com a falta de entrosamento e de ritmo de jogo após quatro meses sem futebol

Redação, Estadão Conteúdo

23 de julho de 2020 | 17h38

Em um jogo com poucas oportunidades, Água Santa e Mirassol ficaram no empate sem gols na tarde desta quinta-feira, na Arena Inamar, pela penúltima rodada do Campeonato Paulista. Com o empate e a derrota do Oeste para a Inter de Limeira, por 2 a 1, também nesta quinta-feira, o Santos garantiu a classificação na liderança do Grupo A e será mandante nas quartas de final.

Com o resultado, o Água Santa foi para 11 pontos, na briga pela classificação no Grupo A, mas também correndo risco de rebaixamento. Já o Mirassol, participante do Grupo C, ficou com 17. Na última rodada, vai enfrentar a Ponte Preta no domingo, às 16 horas, no estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo. No mesmo dia e horário, a equipe de Diadema visita o Palmeiras no Allianz Parque.

Os times sofreram com a falta de entrosamento e de ritmo de jogo após quatro meses sem futebol no Estado. Ambos os elencos passaram por transformações profundas durante a paralisação. A equipe de Diadema trocou de treinador e viu Toninho Cecílio montar uma equipe com alguns remanescentes e recém-contratados. O adversário, por sua vez, segurou o treinador Ricardo Catalá, mas perdeu suas principais peças, várias para a Ponte Preta, incluindo o meia Camilo.

O jogo morno ganhou um pouco de emoção a partir dos 12 minutos, quando Dadá recebeu pela esquerda, invadiu a área e arriscou. Kewin fez desvio crucial para que a bola batesse na trave. A resposta veio em jogada de bola parada. Após cobrança de escanteio, Reniê mandou perto do gol.

O segundo tempo foi mais movimentado. O Água Santa partiu para cima, enquanto o Mirassol se fechou por completo, chegando a esboçar uma formação com cinco defensores. Em cobrança de escanteio de Luan Dias, Caio Dantas cabeceou para defesa de Kewin. Na segunda tentativa, o atacante jogou para fora.

Atuando em busca de uma chance, o Mirassol teve a oportunidade que tanto desejava, mas não a aproveitou. Danilo Boza cruzou, Bruno Mota desviou e deixou Netto na cara do gol. O atacante parou em defesa difícil de Giovanni. Depois da tentativa, o clube visitante voltou a se fechar com a clara intenção de segurar o empate.

O time da casa pressionou, com muitos cruzamentos. Em uma boa chance, Tadeu tirou uma casquinha da bola, insuficiente para que tomasse a direção do gol, saindo pela linha de fundo. Ele próprio, de cabeça, tentou no final e o zagueiro Danilo Boza desviou para escanteio quando a bola iria em direção ao gol.

FICHA TÉCNICA

ÁGUA SANTA 0 X 0 MIRASSOL

ÁGUA SANTA - Giovanni; Luis Ricardo, João Paulo, Bruno Costa e Peri (Jonathan); João Vitor, Wellington Reis (Fabrício) e Luan Dias (Robinho); Dadá (Uederson), Lucas Silva e Caio Dantas (Tadeu). Técnico: Toninho Cecílio.

MIRASSOL - Kewin; Daniel Borges, Reniê, Tiago Alves e Danilo Boza; Du, Alison Silva, Kauan (Vinícius Baracioli) e Juninho (Moraes); Matheus Rocha (Netto) e Bruno Mota. Técnico: Ricardo Catalá.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araujo

CARTÕES AMARELOS - Luis Ricardo (Água Santa); Alison Silva e Matheus Rocha (Mirassol).

LOCAL - Arena Inamar, em Diadema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.