Pau Barrena/AFP
Pau Barrena/AFP

Thierry Henry presta homenagem a Agüero: 'Fiquei triste por vê-lo deixar o futebol assim'

Agüero iniciava sua trajetória no Barcelona, quando passou mal em campo e uma arritmia cardíaca foi detectada

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2022 | 17h48

Thierry Henry foi um dos grandes artilheiros do futebol mundial e chegou a enfrentar Kun Agüero na Inglaterra. Na visão do francês que defendeu o Arsenal, o atacante que fez história no Manchester City não merecia abandonar o futebol por causa de um problema médico. Ele fez uma bela homenagem ao argentino neste domingo. "Que jogador era ele!"

Agüero iniciava sua trajetória no Barcelona depois de se tornar o maior artilheiro do City, com 260 gols, quando passou mal em campo e uma arritmia cardíaca foi detectada. Passou por tratamento e há três semanas teve de anunciar a aposentadoria dos gramados, aos 34 anos.

"Vê-lo seguir esse caminho, pausar o jogo que mais gostava e o que mais gosta de fazer, marcar gols, não ter mais a oportunidade de fazer por esse motivo... Obviamente, a saúde é o mais importante", frisou Henry, antes de continuar seu elogios ao argentino.

"Não são só os gols, é como ele os marcou, a paixão que ele tinha, a relação que tinha com os torcedores do City. Acredito que todos neste país sempre, sempre se lembrarão de Sergio Agüero", endossou.

"Sei disso porque adoro futebol. A maneira como ele fazia gols. Fiquei muito triste ao vê-lo deixar o futebol do jeito que saiu, então tudo de bom para sua vida e para sua família. Mas, como eu disse, a saúde é muito importante e tendemos a esquecê-la."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.