Facundo Arrizabalaga/EFE
Facundo Arrizabalaga/EFE

Agüero marca dois e salva o City em empate com QPR

Terceira colocada na competição, equipe do argentino vê Chelsea e Southampton aumentaram a vantagem na tabela de classificação

Estadão Conteúdo

08 de novembro de 2014 | 17h53

Cada vez mais distante do líder Chelsea, que ainda não perdeu, o Manchester City contou com o faro de artilheiro de Sergio "Kun" Agüero para arrancar um empate com o Queens Park Rangers por 2 a 2, neste sábado, em Londres, pela 11.ª rodada do Campeonato Inglês. Por duas vezes o seu time esteve atrás no placar, mas o atacante argentino cumpriu o seu papel e ajudou a ganhar ao menos um ponto.

No entanto, este ponto conquistado em nada ajuda o Manchester City, o terceiro colocado, que viu os rivais vencerem na rodada e aumentarem a vantagem na tabela de classificação. Com 21 pontos, o clube de Manchester está quatro atrás do Southampton, o vice-líder, e a oito do Chelsea, soberano na primeira colocação.

Em campo, quem parecia ser o clube grande, de maior força, era o Queens Park Rangers. Apoiado por sua torcida, o time londrino pressionou e foi recompensado com o gol do centroavante Austin, aos 21 minutos. Antes, o mesmo atacante já havia marcado duas vezes, mas em ambas fora marcado impedimento.

Em desvantagem, o Manchester City resolveu atacar e a estrela de Agüero começou a brilhar. Aos 32 minutos, após receber lançamento longo da defesa, o argentino dominou a bola com maestria, tirou o zagueiro para o lado e tocou na saída do goleiro para empatar.

Na segunda etapa, o panorama da partida se repetiu. Como está na zona de rebaixamento - 8 pontos -, o Queens Park Rangers foi ao ataque e conseguiu o segundo gol, aos 31 minutos, em uma infelicidade do zagueiro argentino Demichelis, que cabeceou contra o próprio gol. Mas para sorte dele, e do Manchester City, Agüero marcou mais um, aos 38, em um forte chute de dentro da área.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.