Reuters
Reuters

Agüero passará por cirurgia e pode desfalcar Manchester City até o fim do ano

Atacante tem problema no joelho esquerdo e deve ficar meses longe do time do técnico Pep Guardiola

Redação, Estadão Conteúdo

24 de junho de 2020 | 12h30

O Manchester City já sofreu uma baixa de peso neste retorno do Campeonato Inglês. Trata-se do argentino Sergio Agüero, que será submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo nesta quinta-feira, em Barcelona. O técnico Pep Guardiola evitou apontar uma estimativa de prazo para o retorno do atacante, mas especula-se que ele ficará fora até o fim do ano.

Agüero se machucou ainda no primeiro tempo da goleada de 5 a 0 sobre o Burnley, na segunda-feira, em rodada do Inglês. "Amanhã (quinta) vamos fazer a cirurgia com o doutor Ramon Cugat, em Barcelona. Depois disso, não sabemos quando ele poderá se juntar a nós novamente", disse Guardiola.

Mesmo sem estabelecer prazos, é certo que Agüero não voltará nesta temporada, já em sua reta final. Vice-líder do Campeonato Inglês, o City tem chances remotas de alcançar o líder Liverpool. Por isso, deve focar suas atenções na Liga dos Campeões, sua maior obsessão.

Para tanto, deve contar com Gabriel Jesus para substituir o argentino. Em forma e sem lesões, o brasileiro é a primeira opção no banco de reservas. Guardiola, contudo, deve fazer improvisações no elenco, como já demonstrou nesta retomada do Campeonato Inglês, com diversas mudanças entre o primeiro e o segundo jogo da equipe.

"Não temos qualquer dúvida sobre Gabriel. Nossa única dúvida é se apenas um jogador terá condições de jogar todas as partidas. Nenhum jogador poderá jogar os 90 minutos entrando em campo a cada três dias", comentou o treinador.

Ele já admitiu que considera improvisar Raheem Sterling e Gündogan na posição de centroavante. "Raheem pode jogar nesta posição, assim como Gündogan. Temos opções diferentes. E não estou falando de atacantes", disse Guardiola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.