Reuters
Reuters

Agüero revela que recusou a camisa 10 do Barcelona: 'Seria desrespeito ao Messi'

Jogadores sempre foram muito amigos e a saída do atacante do Manchester City foi justamente para repetir na Espanha a parceria da seleção argentina

Redação, Estadão Conteúdo

07 de setembro de 2021 | 11h51

A saída de Messi do Barcelona ainda é assunto. O atacante já jogou pelo Paris Saint-Germain e deixou o ex-clube no passado. Mas sua história na Espanha vem deixando os ex-companheiros em situação delicada. Recém-contratado, o também argentino Sergio Agüero revelou que o clube catalão propôs que usasse a camisa 10. Por respeito ao ídolo e amigo, ele não aceitou.

Agüero e Messi sempre foram muito amigos e a saída do atacante do Manchester City foi justamente para repetir no Barcelona a parceria da seleção argentina. Mas ele acabou frustrado com a ida do astro para a França.

Sem uma estrela, o Barcelona saiu "caçando" um novo 10 no elenco, mas poucos queriam assumir a pesada camisa representada com maestria por Messi ao longo dos 21 anos que defendeu o clube catalão. A chegada de Agüero seria a solução do problema, já que a vestiu em outras equipes.

"Não fui eu que apresentei esse cenário e senti que seria um sinal de falta de respeito pelo Messi. Por isso, recusei", enfatizou Agüero em transmissão na "Twitch". Apesar de centroavante, ele foi o camisa 10 no Atlético de Madrid e no Manchester City.

Além dele, o pesado número foi oferecido ao brasileiro Philippe Coutinho, que está de volta ao grupo após nove meses se recuperando de cirurgia no joelho. O meia, porém, optou por permanecer com a 14 e o atacante Ansu Fati herdou a 10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.