Aguerrido, Santos empata com o Cúcuta pela Libertadores

Equipe do técnico Leão tem gol anulado de forma injusta, mas soma um ponto fora de casa pelo grupo 6

Alan Rafael Villaverde, estadão.com.br

14 de fevereiro de 2008 | 02h06

Contando com muita garra e, de praxe, falhas nas conclusões, o Santos empatou com o Cúcuta em 0 a 0 na madrugada desta quinta-feira (horário de Brasília), em Cúcuta, em sua partida de estréia pelo grupo 6 da Copa Libertadores da América.Veja também: Calendário / Resultados Classificação Bate-pronto: Perguntas positivas, respostas negativas Zagueiro Betão comemora seu 'gol' no empate do Santos Flamengo empata com o Coronel Bolognesi pela Libertadores Cruzeiro derrota Real Potosí por 3 a 0 no Mineirão Com o resultado, o Santos sai da Colômbia com um ponto ganho, mas com o sentimento de que poderia ter conquistado os três pontos se tivesse aproveitado as chances que criou; algo costumeiro nos últimos jogos da equipe do técnico Emerson Leão que, aos poucos, consegue dar um padrão tático.Tendo o colombiano Molina e o atacante equatoriano Michael 'Jackson' Quiñonez como grandes surpresas na escalação, o Santos encontrou muitas dificuldades nos primeiros 20 minutos de partida, quando o Cúcuta pressionou a saída de bola, evitando qualquer ação do clube brasileiro.Após suportar a blitz adversária, o meio-campo santista adiantou a marcação e passou a tocar a bola no campo adversário, chegando a criar uma boa chance no primeiro tempo. Aos 29 minutos, Adriano desceu pela direita e cruzou para a cabeçada de Kleber Pereira, mas a bola foi para fora. Já aos 43, o atacante chegou a marcar, mas o auxiliar técnico marcou impedimento, de forma equivocada. Cúcuta0Castellanos; Rivas    , Portocarrero e Córdoba; González, Florez, Castro, J. Castro (Fonseca), Henry (Arriaga) e Macnelly Torres e CabreraTécnico: Pedro Sarmiento Santos0Fábio Costa; Domingos, Adaílton     e Betão; Adriano, Marcinho Guerreiro    , Rodrigo Souto, Molina     e Carleto; Quiñonez (Wesley) e Kleber PereiraTécnico: Emerson LeãoÁrbitro: Victor Rivera (Peru)Renda: não disponívelPúblico: não disponívelEstádio: General Santander, em Cúcuta, ColômbiaEsperto ao perceber que o lateral-direito da equipe colombiana marcava mal e tinha cartão amarelo, Leão sacou Quiñonez para a entrada do rápido Wesley que, nos dois primeiros minutos do segundo tempo, fez duas boas jogadas para abrir o placar, mas falhou na hora de concluir. A resposta do Cúcuta veio aos 11, quando Arriaga chutou forte, mas Betão, em cima da linha do gol, tirou a bola para evitar o gol.As falhas de conclusão perseguiram o Santos na segunda etapa, especificamente Kleber Santana, que, aos 28, tabelou com Rodrigo Souto e ficou na cara do gol, mas chutou mal, para fora. O atacante teve mais uma boa chance aos 33, mas o chute foi torto, e seu sinal negativo com a cabeça indicava que não era seu dia de balançar a rede do gol adversário.Empurrado pelo barulho ensurdecedor de sua torcida, o Cúcuta pressionou o Santos nos últimos oito minutos de jogo, mas a defesa, composta por Domingos, Adaílton e Betão, deu conta do recado, assim como o meio-campo com a marcação aguerrida de Rodrigo Souto, Marcinho Guerreiro, Carleto e Adriano, mostrou que pelo menos a falta de garra não será desculpa para o time santista na Libertadores.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa LibertadoresSantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.