Aguirre celebra atuação em goleada e vê Atlético-MG em 'boa posição' para 2ª fase

Depois de duas derrotas consecutivas e assustar a torcida, o Atlético-MG não deu chances para o Melgar na última quinta-feira, foi para cima no início e goleou por 4 a 0, no Mineirão. O resultado garantiu a primeira colocação do Grupo 5 da Libertadores e fez o time brasileiro terminar a primeira fase com 13 pontos, o que deve deixá-lo entre os melhores colocados para as oitavas de final.

Estadão Conteúdo

15 de abril de 2016 | 10h13

"Fizemos bom jogo e ficamos em uma boa posição para o futuro. Hoje, jogamos bem, sobretudo no começo. Depois que conseguimos uma diferença importante nos primeiros 20 minutos, é normal relaxar um pouco. Fiquei feliz por alcançar nosso primeiro objetivo, que era classificar em primeiro. Agora, teremos jogos importantes, decisivos, mas era muito importante ter uma vitória convincente como a de hoje", declarou o técnico Diego Aguirre.

Para tirar qualquer tipo de dúvida sobre a equipe, o Atlético-MG foi para cima na última quinta-feira e liquidou a partida com três gols antes dos 20 minutos. A fragilidade do Melgar, que deixou a Libertadores sem pontuar, também ajudou e Aguirre sabe que nas próximas fases o time mineiro não terá esta facilidade.

"É absolutamente diferente. No mata-mata, você não pode cometer erros, confiar no momento. Tem que preparar cada jogo como uma final de verdade porque toda a ilusão e sonho que temos de estar na final da Libertadores pode se perder em um minuto. Mas o time está bem, consciente da importância do que esta por vir", avaliou.

Agora, no entanto, o Atlético-MG volta as atenções para o Campeonato Mineiro, já que no domingo inicia a disputa das semifinais com a URT, em Patos de Minas. "Agora, temos que, rapidamente, mentalizar para vencer domingo porque queremos ser campeões mineiros também. Não vamos esquecer o Mineiro, queremos ganhar o Estadual e continuar na Libertadores", comentou Aguirre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.