Aguirre confirma Alan fora, mas terá poucas mudanças no Inter

Colorado precisa do empate em casa com o The Strongest

Estadão Conteúdo

21 de abril de 2015 | 18h53

Precisando de apenas um empate em casa para garantir uma vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores, o Inter fez nesta terça-feira o último treino de preparação para encarar The Strongest, nesta quarta, às 17h30, no Beira-Rio, pela rodada derradeira do Grupo 4 da Copa Libertadores. E na atividade o técnico Diego Aguirre indicou que deverá repetir quase toda a formação titular que entrou jogando na goleada por 4 a 0 sobre a Universidad de Chile, na semana passada, em Santiago.

O único desfalque em relação ao jogo realizado na capital chilena será o zagueiro Alan Costa, que será preservado por causa do grande número de partidas que vem disputando em sequência. Além do desgaste, o atleta também estaria mais propenso a ter lesões caso entrasse em campo nesta quarta. Paulão foi confirmado como substituto do defensor.

O plano de Aguirre era escalar Réver na zaga, mas o zagueiro sofreu uma lesão no tornozelo direito e assim também virou baixa. E, além do defensor, o comandante não poderá contar com Nilton e Vitinho, também lesionados e que poderiam servir como opções no banco de reservas. 

Já Jorge Henrique, que deixou aquela partida no Chile antes do fim por causa de dores musculares, trabalhou normalmente com os seus companheiros nesta terça e garantiu presença na equipe titular. Desta forma, o time colorado deve ir a campo nesta quarta-feira com a seguinte escalação: Alisson; Ernando, Paulão, Juan e Geferson; Rodrigo Dourado, Aránguiz, Sasha, D''Alessandro e Jorge Henrique; Nilmar.

Com dez pontos, o Inter lidera o Grupo 4 da Libertadores, enquanto o The Strongest vem logo atrás, com nove. Já o Emelec, terceiro colocado, com sete pontos, encara a já eliminada Universidad de Chile, nesta quarta, no Equador, no outro jogo que fecha esta chave.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.