Alexandre Lops/Divulgação
Alexandre Lops/Divulgação

Aguirre fecha treino do Inter e faz mistério para jogo de quinta-feira

Precisando de um resultado positivo na Libertadores, treinador esconde a escalação que utilizará diante da Universidade de Chile

Estadão Conteúdo

24 de fevereiro de 2015 | 13h33

O técnico Diego Aguirre promete fazer mistério até os momentos antes do jogo diante da Universidad do Chile, nesta quinta-feira. O uruguaio fechou os portões de boa parte do treinamento desta terça à imprensa e não revelou a escalação do Inter que entrará em campo no Beira-Rio pela segunda rodada do Grupo 4 da Libertadores.

A principal dúvida é no ataque. Nilmar foi expulso na estreia diante do The Strongest e Aguirre não deu pistas de quem será o escolhido para ocupar sua vaga. Rafael Moura seria o substituto natural, mas há a possibilidade de Eduardo Sasha atuar centralizado. Assim, Alex, que se destacou na vitória de domingo contra o São Paulo, pelo Gaúcho, seria titular.

Mas o Inter pode ter outras mudanças. Bastante criticado por seu início de trajetória com a camisa colorada, Anderson pode ir para o banco de reservas. Para seu lugar, Aguirre poderia optar por Vitinho, ou ainda pelo uruguaio Nicolás Freitas. Se a segunda alternativa for a escolhida, o Inter teria uma formação mais defensiva, com três volantes e apenas um atacante.

Na defesa, Aguirre deve manter Ernando e Alan Costa como titulares. O esboço do time do Inter para a partida desta quinta tem: Alisson; Léo, Alan Costa, Ernando e Fabrício; Nilton, Aránguiz, Nicolás Freitas (Anderson ou Vitinho), D''Alessandro e Alex; Eduardo Sasha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.