RENAN CACIOLI/ ESTADÃO
RENAN CACIOLI/ ESTADÃO

Aguirre fecha treino, mas dá pistas do São Paulo que encara o Bahia

Grupo de 'titulares' corria em redor dos campos do CT nesta sexta, enquanto reservas treinavam com bola

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

07 Setembro 2018 | 18h09

O São Paulo realizou na tarde desta sexta-feira seu último treino antes da partida contra o Bahia, sábado, às 19h, no Morumbi, válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. E apesar de a imprensa ter sido liberada para acompanhar apenas o início da atividade, foi possível tirar algumas conclusões do que se viu.

Enquanto os reservas treinavam com bola em uma espécie de futevôlei improvisado, um grupo de 11 "titulares" corria em volta dos campos do CT da Barra Funda. Este bloco era formado por: Tréllez, Nenê, Reinaldo, Anderson Martins, Bruno Alves, Jucilei, Edimar, Régis, Liziero, Rojas e Hudson.

Obviamente, não se trata exatamente da equipe que vai a campo no Morumbi, até porque são 11 atletas de linha, ou seja, falta o goleiro – que será Sidão, conforme o ESTADO informou nesta sexta. Além disso, Reinaldo não poderá jogar, porque está suspenso. Sem contar que na atividade dos "reservas" estava Diego Souza, que cumpriu suspensão na derrota para o Atlético-MG (1 a 0), na quarta-feira, e terá retorno certo diante do Bahia.

De qualquer forma, a presença de Liziero e Tréllez nesse grupo à parte pode indicar a principal dúvida do técnic Diego Aguirre para escalar a equipe: o substituto de Everton, machucado. Diante do Atlético-MG, Liziero entrou no decorrer do jogo e é o favorito para atuar improvisado na ponta. Caso Aguirre prefira deslocar Nenê para o lado do campo, Liziero atuaria no meio, ao lado de Hudson e Jucilei. Agora, se Tréllez for o escolhido, o colombiano fará função menos usual, de ponta, com Diego Souza centralizado no ataque.

Assim, o São Paulo deverá ser formado por: Sidão; Régis, Bruno Alves, Anderson Martins e Edimar; Jucilei, Hudson e Nenê; Rojas, Diego Souza e Liziero (Tréllez).

Desfalques potencializam clima de mistério

Na verdade, a escalação, mesmo, continua sendo um mistério, dada a quantidade de desfalques que Aguirre terá para este jogo. Além de Reinaldo, suspenso, e Everton, machucado, o uruguaio também não terá Bruno Peres. O lateral-direito segue se recuperando de um estiramento muscular e nem apareceu no campo nos últimos dias.

Outras baixas são o zagueiro Arboleda e o volante Luan, que servem as seleções do Equador e do Brasil (sub-20), respectivamente, além do volante Araruna, outro entregue aos cuidados dos fisioterapeutas no DM.

Diretoria aparece em peso para acompanhar o treino

O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, esteve no CT esta tarde para ver a movimentação do time. Também marcaram presença Raí, diretor executivo de futebol, e Ricardo Rocha, coordenador de futebol. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.