Alexandre Lops/Divulgação
Alexandre Lops/Divulgação

Aguirre minimiza erro de Anderson em pênalti e vê Inter evoluindo

O empate por 0 a 0 diante do Cruzeiro na última quarta-feira, em Gravataí, pelo Campeonato Gaúcho, não estava nos planos do Internacional. O que também ninguém esperava era que o estreante Anderson fosse perder o pênalti que poderia dar a vitória à equipe. Primeiro, pela qualidade do jogador. Segundo, porque o batedor oficial é o capitão e ídolo da torcida D''Alessandro.

Estadão Conteúdo

12 de fevereiro de 2015 | 10h38

"O D''Alessandro não bateu o pênalti porque decidiram que quem bateria seria o Anderson. São coisas que acontecem no jogo. O Anderson bate muito bem na bola e tem muitos pênaltis cobrados em sua carreira. É normal que o Anderson, com sua qualidade, bata", minimizou o técnico Diego Aguirre.

Apesar de exaltar o jogador recém-contratado junto ao Manchester United, Aguirre admitiu que Anderson pode ainda não estar com 100% de suas condições. "Não sei responder. O Anderson só trabalhou conosco nessa semana, não posso tirar conclusões. Vamos trabalhar sábado e teremos a certeza de quanto ele precisa."

O empate também não desanimou o uruguaio. Mesmo com os resultados pouco convincentes neste início de temporada - apenas uma vitória e três empates nas quatro partidas disputadas -, Aguirre garantiu que o time estará pronto para duelar com o The Strongest na estreia da Libertadores, terça-feira que vem, fora de casa.

"Acho que o time está pronto, com muita ansiedade. Trabalhando muito para o começo da Libertadores. É um jogo complicado. O Inter está pronto", disse. "É outra competição, a motivação está grande pensando na Libertadores. Logicamente, estamos, talvez, muito focados na Libertadores e perdemos pontos importantes no Gaúcho. No Gaúcho temos tempo, porque se define mais para frente."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterDiego Aguirre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.