Aguirre tenta valorizar empate do Inter e admite atuação ruim

O técnico Diego Aguirre tentou minimizar o novo tropeço do Internacional no Campeonato Brasileiro, o empate por 0 a 0 com Figueirense, na noite de quinta-feira, na abertura da oitava rodada do Campeonato Brasileiro, mas reconheceu que o seu time teve atuação ruim em Florianópolis. "Não fizemos um bom jogo, temos de aceitar isso. Pior é perder fora de casa", disse.

Estadão Conteúdo

19 de junho de 2015 | 08h53

O treinador evitou classificar o resultado como "horroroso" para as pretensões do Inter no Campeonato Brasileiro e tentou exaltar a força do Figueirense como mandante, condição em que o time catarinense ainda não foi batido no Brasileirão. "Horroroso, não sei. Ganharam de Cruzeiro e Palmeiras aqui e fizeram um jogo agressivo", afirmou.

Com o empate, o Inter passa a somar dez pontos em oito jogos e está apenas em 11º lugar no Brasileirão. Aguirre lembrou que cinco desses confrontos foram disputados como visitante, o que tem impedido o time de embalar, ainda mais que não conquistou nenhuma vitória fora de casa. "Tivemos mais jogos fora do que dentro. Nós estamos precisando de uma vitória fora", comentou.

Após o jogo com o Figueirense, o Inter só voltará a entrar em campo em 28 de junho, quando vai receber o Santos, no Beira-Rio, pela nona rodada do Brasileirão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoInterDiego Aguirre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.