Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

Aguirre vê São Paulo em evolução e prevê chegada de reforços nas próximas semanas

Equipe tricolor venceu o Atlético-PR por 1 a 0 neste sábado na Arena da Baixada pela 11ª rodada do Brasileirão

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

09 Junho 2018 | 19h00

O técnico do São Paulo, Diego Aguirre, disse ver o time em evolução após a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR, na Arena da Baixada, com gol de Nenê. Foi a primeira vitória do clube paulista no estádio rubro-negro na história.

Nenê marca, São Paulo vence e quebra tabu diante do Atlético-PR na Baixada

"Estou feliz porque o São Paulo ganhou fora de casa. Não presto muito atenção a estatísticas, até porque muitos craques do São Paulo jogaram aqui e não conseguiram vencer. Por isso quero ressaltar esses jogadores que venceram hoje", disse o treinador, em coletiva após o jogo.

Para Aguirre, a equipe tem de dividir méritos por ter colocado o São Paulo de novo na parte de cima da tabela. Com a vitória deste sábado, a equipe foi a 20 pontos e está a três do Flamengo, que joga no domingo contra o Paraná.

"Parece que faz muito tempo que estamos no São Paulo, mas semana que vem vão fazer só três meses apenas que estou como treinador", afirmou Aguirre. "As coisas vão bem, acho que cada vez melhor. É impossível pensar que sem o trabalho dos jogadores e a dedicação deles seria assim."

Aguirre já conta com a chegada de reforços na janela de transferências deste meio de ano. O São Paulo já perdeu Valdívia para o Al-Ittihad, da Arábia Saudita e jogadores como Cueva, Rodrigo Caio e Militão são apontados como possíveis baixas do elenco. O clube também já disse adeus a Marcos Guilherme após negociações frustradas com o Atlético-PR por sua permanência.

"Toda janela que se abre atrai jogadores", analisou o treinador. "Alguns já foram embora, mas também estamos trabalhando com a diretoria com alguns nomes pontuais que talvez nas próximas semanas podemos fechar e reforçar o time porque estamos precisando de jogadores para ocupar os lugares dos jogadores que foram embora. Sei que jogadores vão sair, é normal, o São Paulo precisa vender, faz parte. O importante é que estamos trabalhando para ter opções e jogadores que vão chegar."

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.