Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

Aidar afirma que Luis Fabiano fica no São Paulo até o fim do ano

Atacante aguarda conversa com o clube para renovar o contrato

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

08 de junho de 2015 | 07h00

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, garantiu na noite de sábado que o atacante Luis Fabiano fica no clube pelo menos até o fim do contrato, em dezembro. A negociação para renovar ainda não começou, mas é pequena a chance do jogador deixar o Morumbi antes do fim do vínculo.

A semana será decisiva para Luis Fabiano, que se entrar em campo no próximo sábado, contra a Chapecoense, completa o sétimo jogo pelo São Paulo no Campeonato Brasileiro e como prevê o regulamento, não poderá atuar por outras equipes. Até agora o atacante atuou nas seis partidas da equipe e marcou duas vezes.

"O Luis Fabiano não está à venda. Não é jogador descartável. Ele é um jogador do São Paulo e vai ficar conosco até dezembro. Talvez o contrato seja prorrogado mais para frente", disse Aidar no sábado, após a vitória do time sobre o Grêmio por 2 a 0, no Morumbi. O primeiro gol foi de Luis Fabiano, em resultado positivo que marcou a estreia do técnico Juan Carlos Osorio no comando do Tricolor.

Para o dirigente, depois de renovar como Michel Bastos e Rogério Ceni, o próximo item da lista de prioridades é conversar com Luis Fabiano. O camisa 9 não está satisfeito com a demora para negociar. "O certo é que tenho contrato até o fim do ano, mas tudo pode acontecer no futebol. Quero desfrutar de cada momento", afirmou.

Com 205 marcados pelo clube, Luis Fabiano é o terceiro maior artilheiro da história do São Paulo. O jogador vai completar 35 anos em novembro e está em sua segunda passagem pelo Tricolor. O atacante disputa a vaga de titular no setor com Alexandre Pato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.