Divulgação
Divulgação

Aidar convoca demissão coletiva de toda a diretoria do São Paulo

Presidente do clube pede cargos e fala em recomposição da cúpula

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

06 de outubro de 2015 | 17h07

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, pediu nesta terça-feira para que todos os diretores do clube apresentem um pedido coletivo de demissão. O dirigente se reuniu no Morumbi durante a tarde e ao fim do encontro, que teve a presença do técnico Juan Carlos Osorio, publicou nota oficial para anunciar uma reestruturação da cúpula.

"Solicitei a todos os diretores que apresentassem um pedido coletivo de demissão. Essa atitude permitirá uma recomposição da Diretoria, baseada em conversas com todos os grupos políticos do São Paulo e com o objetivo maior de pacificação. Chega de disputas políticas internas que nada acrescentam na vida do nosso clube. É hora de todos nós, são-paulinos, nos unirmos para o bem da instituição", diz o dirigente no texto.

A mudança engloba também todo o grupo de vices do São Paulo, composta por cargos como vice-geral, de finanças, de esportes amadores, de patrimônio, de comunicações e marketing e de futebol. Nesse cargo estava Ataíde Gil Guerreiro, demitido após discussão ríspida com Carlos Miguel Aidar.

No encontro no Morumbi o técnico Juan Carlos Osorio comunicou à diretoria que deixa o cargo para assumir a seleção mexicana. O colombiano estava há quatro meses no São Paulo. "Nos próximos dias anunciarei os nomes dos novos diretores, bem como do novo técnico. Até lá, não voltarei a me pronunciar publicamente sobre os assuntos aqui tratados", afirma Aidar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.