AIG não vai renovar patrocínio ao Manchester United

A seguradora AIG, uma das primeiras empresas a serem afetadas pela crise financeira internacional, informou ao Manchester United que não vai renovar o contrato de patrocínio com o clube, que vence em maio de 2010. "Não há planos para essa renovação", anunciou a empresa, em comunicado oficial.A AIG recebeu um empréstimo bilionário do Fed, o banco central norte-americano, para sanar suas finanças e reestruturar a empresa, por isso decidiu cortar todos os custos considerados supérfluos, como o patrocínio esportivo. A equipe norte-americana de tênis também perdeu o apoio da empresa para a disputa da Copa Davis.A diretoria do Manchester United anunciou que já está à procura de parceiros para substituir a empresa. A AIG paga 27 milhões de euros anuais para estampar sua marca na camisa do atual campeão mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.