Aimar deixa hospital e médico garante presença na Copa

O meia argentino Pablo Aimar, do Valencia, recebeu alta nesta quarta-feira, depois de uma semana hospitalizado com meningite. Ele prometeu voltar aos treinos assim que possível, e o médico da seleção da Argentina, Donato Villani, garantiu que ele poderá jogar a Copa do Mundo normalmente."Passado o susto pelo diagnóstico, vimos que a evolução foi muito boa e ele está muito bem", disse Villani, que está na Europa para acompanhar o estado de saúde dos jogadores que serão convocados no dia 15 de maio pelo técnico José Pekerman.A Argentina tem vários jogadores que se recuperam de contusões recentes, como o atacante Messi, do Barcelona, e o zagueiro Heinze, do Manchester United.Os médicos responsáveis pelo tratamento de Aimar informaram que se trata de um tipo benigno de meningite, que não deve deixar seqüelas. Ele foi internado na semana passada, depois de sentir febre alta e fortes dores na nuca e na cabeça, sintomas da doença."Espero voltar logo e ajudar meu time nos jogos que restam no Campeonato Espanhol", afirmou Aimar, que ainda não tem data prevista para voltar a treinar, segundo o Valência. O time é vice-líder do Espanhol, com 62 pontos, onze a menos que o Barcelona, e, se tem poucas esperanças de conquistar o título, quer ao menos manter o segundo posto, que assegura vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Agencia Estado,

19 de abril de 2006 | 10h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.