Sirli Freitas/Chapecoense
Sirli Freitas/Chapecoense

Ainda com técnico interino, Chapecoense busca reação em duelo contra o Vasco

Retornando de lesão, Elicarlos deve ser titular no meio de campo; Gum e Márcio Araújo são desfalques

Redação, Estadão Conteúdo

14 de setembro de 2019 | 14h14

Após não evoluir nas negociações com o técnico Lisca, a Chapecoense continuará sob o comando do interino Emerson Cris em mais uma tentativa de buscar a reabilitação no Campeonato Brasileiro. O compromisso da vez é diante do Vasco, em jogo marcado para as 19 horas deste sábado, na Arena Condá, pela 19ª rodada, a última do primeiro turno.

Sem vencer há três rodadas, o time de Chapecó vem de uma sequência de duas derrotas e ocupa a vice-lanterna, com 14 pontos. Não há chance alguma de deixar a zona de rebaixamento ao fim da rodada, uma vez que o Cruzeiro, primeiro time fora da degola, tem 18 pontos. O Vasco está logo acima, em 15º lugar, com 20.

"Quando os resultados positivos não acontecem, os torcedores se afastam um pouco. Temos que trabalhar, focar no que queremos, nos doar, colocar o coração na ponta da chuteira e buscar o objetivo que é vencer", afirmou o volante Elicarlos, que pode ser uma das novidades do time.

O jogador de 34 anos ficou fora de combate por dois meses, por causa de uma lesão no tornozelo, mas treinou entre os titulares e deve começar jogando ao lado de Amaral na contenção do meio de campo. Márcio Araújo está suspenso, assim como o zagueiro Gum, que será substituído por Rafael Pereira. O meia Diego Torres deve começar no banco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.