Felipe Oliveira/ EC Bahia
Felipe Oliveira/ EC Bahia

Ainda sem Douglas Friederich, Bahia recebe Goiás na briga para seguir na elite

Triunfo neste sábado tira, momentaneamente, equipe tricolor da zona de rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

06 de fevereiro de 2021 | 13h27

O goleiro Douglas Friederich estava cotado para voltar ao time titular do Bahia neste sábado, às 19 horas, na Fonte Nova, em Salvador, contra o Goiás na abertura da 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas voltou a sentir dores e deve seguir fora.

Douglas sofreu um grave choque no rosto, com escoriações, em dividida com Leandro Castán, zagueiro do Vasco, no empate sem gols na semana passada, no Rio. E não participou da derrota, em casa, para o Fluminense por 1 a 0 na quarta-feira. O seu substituto foi Anderson, que vai seguir como titular.

O meia Daniel, por outro lado, foi absolvido pelo STJD por conta da expulsão contra o Flamengo e será titular. Ele teria dito ao árbitro: "você é uma vergonha", mas foi absolvido por unanimidade. Daniel fica no setor em que o técnico Dado Cavalcanti não poderá contar com Índio Ramírez. O meia rompeu o ligamento do joelho e ficará de fora por, pelo menos, seis meses.

O zagueiro Anderson Martins, recuperado de lesão, e o meia Rodriguinho, livre de um problema gástrico, ficam à disposição do treinador, assim como Nino, liberado pelo departamento médico. São novas opções para o técnico durante o jogo. "Esse grupo e essa comissão que vão tirar o clube de onde ele está, sem ficar olhando para trás. Estamos passando dificuldades, mas estamos bem vivos nessa competição", garantiu Dado Cavalcanti.

O Bahia está com apenas 36 pontos e segue na luta para evitar a queda à Série B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.