Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Ainda sem vencer no cargo, Doriva nega pressão no São Paulo

Técnico se diz tranquilo com resultados após três jogos no cargo

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

22 de outubro de 2015 | 12h04

A derrota por 3 a 1 para o Santos, nesta quarta-feira, fez o técnico Doriva demonstrar abatimento pela situação do São Paulo na Copa do Brasil, mas não desânimo pelo andamento do trabalho dele. Em três jogos no cargo, o treinador ainda não ganhou e apesar do momento político tenso no clube, que terá eleição na próxima semana, garante que não se sente pressionado.

A vinda de Doriva foi um dos últimos atos da gestão do ex-presidente Carlos Miguel Aidar. Na terça-feira Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e Newton Ferreira devem disputar o cargo para ver quem vai cumprir o mandato até abril de 2017. "Estou muito tranquilo, fazendo o meu trabalho, sem me envolver no extra-campo. Logicamente a gente entende que o resultado tem que acompanhar, até porque no Brasil a imprensa começa no dia a dia a fomentar e formar certas opiniões", explicou.

O revés na partida de ida da semifinal da Copa do Brasil deixa o São Paulo em situação difícil. Doriva tentará rever a vantagem na próxima semana na Vila Belmiro e antes disso, terá pela frente o Coritiba, domingo, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro. A tendência é a equipe ser escalada com uma formação diferente, até pelo desgaste da partida desta quarta, jogada sob chuva forte.

Se na Copa do Brasil o São Paulo tem dificuldade para assegurar a classificação, no Brasileiro o sonho do G4 continua de pé, apesar de nas duas últimas rodadas o time não ter vencido. "Sempre trabalhei com idoneidade e seriedade. Cabe às pessoas que acompanham julgarem o meu trabalho. Vou fazer da mesma forma que fiz, de maneira profissional. Estou tranquilo em dar sequência à minha carreira."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.