Felipe Santos/Ceará
Felipe Santos/Ceará

Ainda sem vencer, Ceará aposta em mudanças para o duelo com o Bahia

Guto Ferreira optou pelo mistério a fim de surpreender o adversário, o qual derrotou duas vezes na final da Copa do Nordeste

Redação, Estadão Conteúdo

23 de agosto de 2020 | 15h33

Na zona de rebaixamento e ainda sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Ceará tentará desencantar diante do Bahia, na reedição da final da Copa do Nordeste, marcada para este domingo, às 20 horas, no Castelão. A pressão pela sequência negativa deverá antecipar o retorno do atacante Vinícius. Ele já havia ficado no banco de reservas na derrota por 3 a 0 para o Vasco, na quinta-feira passada.

O técnico Guto Ferreira poderá contar também com Felipe Baxola, outro candidato a aparecer entre os titulares. Por outro lado, o zagueiro Klaus e o atacante Rodrigão ainda estão em fase de transição de suas respectivas lesões e dificilmente serão relacionados. O treinador optou pelo mistério a fim de surpreender o adversário, o qual derrotou duas vezes na final da Copa do Nordeste (3 a 1 e 1 a 0) no estádio de Pituaçu, em Salvador.

Com isso, Guto Ferreira deixou algumas dúvidas na equipe, principalmente no meio de campo. A tendência é que Ricardinho saia para dar lugar a Vinícius. Já Felipe Baxola disputará posição com Mateus Gonçalves. No ataque, Cléber deverá atuar sozinho como referência. Existe, porém, uma possibilidade do experiente Rafael Sobis iniciar o duelo. Charles ou Fabinho poderão sair.

Com apenas um ponto em quatro jogos, na vice-lanterna, o time cearense precisa reagir, ainda mais com a vantagem de atuar em casa. "Acho que nós temos que melhorar sim, a gente tem trabalhado e de repente tomar posturas mais simples, tentar ser mais sólido e buscar os resultados dentro das estratégias, mais humildes, encorpar novamente, subir o nível de confiança e soltar o futebol. O grande detalhe é ser efetivo nas primeiras chances porque você obriga o adversário a sair. Vamos trabalhar para isso, a começar do duelo contra o Bahia", prometeu o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.