Rafael Ribeiro/Vasco
Rafael Ribeiro/Vasco

Ainda sem vencer pelo Vasco, Leandro Castán desabafa: 'Eu fico p...'

Equipe carioca está na zona de rebaixamento e tenta conquistar a primeira vitória com o defensor em campo

Estadao Conteudo

19 de setembro de 2018 | 17h18

Contratado pelo Vasco na última janela para transferência, o zagueiro Leandro Castán ainda não venceu em pouco mais de um mês no clube. Nesta quarta-feira, o veterano jogador de 31 anos falou sobre o jejum e a situação da equipe na temporada e desabafou: "Eu fico p...".

"Eu fico p..., cara. Essa é a verdade. Não gosto de perder nem no treino. Isso me incomoda. Foi bom você falar isso, porque me incomoda. Vim para cá para vencer jogos e não vejo a hora de vencer o primeiro", declarou.

Castán concordou com a análise de seus colegas de que o Vasco tem evoluído desde a chegada do técnico Alberto Valentim. O próprio zagueiro, no entanto, afirmou que ainda não foi o suficiente para voltar a vencer jogos e tirar o time da situação preocupante no Campeonato Brasileiro.

"Chegou o momento de não só jogar bem. Procurar passar tranquilidade para os mais jovens, porque é um momento delicado. São 14 jogos pela frente. Buscamos a vitória contra o Flamengo. Não tem o que fazer. Tem de trabalhar. O que temos de fazer é erguer a cabeça e correr para caramba", considerou.

O Vasco está com 25 pontos e ocupa apenas a 18.ª colocação, já a três da Chapecoense, primeiro time fora da zona de descenso. Na próxima segunda-feira, o time terá confronto importantíssimo diante do Bahia, em São Januário.

"É mais uma final. Quando o Valentim chegou, disse que estávamos entrando para a guerra. É um jogo difícil. Temos de encostar neles. Tenho certeza que a torcida vai nos ajudar, como tem sido", avaliou Castán.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.