Eric Gaillard/Reuters
Eric Gaillard/Reuters

Ajax anuncia saída do técnico Marcel Keizer e do auxiliar Dennis Bergkamp

Clube ocupa o segundo lugar no Campeonato Holandês, com 38 pontos, cinco atrás do PSV

Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2017 | 13h30

O desempenho decepcionante na primeira metade da temporada 2017/2018 foi suficiente para o Ajax definir a saída de seu técnico, Marcel Keizer. Nesta quinta-feira, o clube anunciou a decisão de afastá-lo do cargo, assim como seus auxiliares, o ex-jogador holandês Dennis Bergkamp e Hennie Spijkerman.

+ Jogador será técnico interino do Swansea no Campeonato Inglês

+ Bayern de Munique assina com atacante Sandro Wagner até 2020

Em comunicado, o Ajax explicou que a demissão definitiva ainda não foi acertada porque restam alguns impasses em relação à rescisão de contrato. Mas é certo que Keizer, Spijkerman e Bergkamp não trabalham mais no clube.

"A direção do clube não tem confiança suficiente de que as ambições do Ajax serão realizadas com eles. A decepção com os resultados esportivos também são a razão para esta decisão. Com Dennis Bergkamp, também há uma diferença de opinião sobre a política técnica a ser implementada", explicou o Ajax.

O time é o segundo colocado no Campeonato Holandês, com 38 pontos, cinco atrás do PSV, e foi eliminado ainda na fase preliminar da Liga Europa. A gota d'água para a passagem de Keizer e sua comissão pelo clube, porém, foi a queda na Copa da Holanda, após derrota nos pênaltis para o Twente no último domingo.

"Tivemos um verão ruim e um começo de temporada confuso. Foi isso que percebemos. Do ponto de vista esportivo, a eliminação na Liga Europa foi o ponto baixo. Marc Overmars (ex-jogador e atual diretor do Ajax) e eu frequentemente falamos nos últimos meses sobre a volatilidade permanente do time. Não estamos confiantes de que vamos atingir o nível que precisamos desta forma", disse o diretor geral do clube, o ex-goleiro Edwin van der Sar.

Keizer ficou somente seis meses no Ajax, após assumir o posto de Peter Bosz, vice-campeão da Liga Europa na temporada passada. O clube de Amsterdã ainda não definiu quem ficará com o posto de técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.