Matthew Childs/Reuters
Matthew Childs/Reuters

Alaba não entra em acordo por renovação e deve deixar o Bayern de Munique

Clube estabeleceu um prazo até o final de outubro para o austríaco e seu agente responderem a uma oferta, o que não ocorreu

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de novembro de 2020 | 11h56

David Alaba está próximo de deixar o Bayern de Munique. O lateral austríaco não entrou em acordo para renovar o seu contrato e não deve permanecer no clube alemão, que disse que as negociações sobre um novo contrato foram encerradas.

O Bayern estabeleceu um prazo até o final de outubro para o austríaco e seu agente responderem a uma oferta de contrato "muito justa", segundo o presidente do clube, Herbert Hainer. A data expirou e a proposta foi retirada, de acordo com o mandatário.

"A resposta foi que a oferta ainda era insatisfatória e que deveríamos continuar pensando", disse Hainer em entrevista à emissora alemã "Bayerischer Rundfunk". "Depois disso, decidimos tirar a oferta completamente da mesa. Isso significa que não há mais uma proposta", reforçou.

Hainer acrescentou que o prazo deu ao Bayern "clareza" para planejar o futuro e afirmou: "Nós lamentaríamos muito se tivéssemos que seguir caminhos diferentes". Ele acrescentou que o Bayern teve de levar em conta a pandemia do coronavírus ao tomar decisões sobre negociações contratuais e contratações.

Alaba garantiu que não havia falado "oficialmente" com ninguém no Bayern sobre o assunto e que soube dos comentários de Hainer pela imprensa.

"Sinto-me muito bem e feliz por fazer parte desta equipe", limitou-se a falar o jogador, antes do jogo de terça-feira contra o Red Bull Salzburg, na Áustria, pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. "Como será o futuro eu não posso dizer", esquivou-se.

A renovação do contrato está em discussão há meses. As negociações foram colocadas sob os holofotes em setembro, quando o presidente honorário do Bayern, Uli Hoeness, ficou insatisfeito com a postura do empresário de Alaba, Pini Zahavi, e o xingou em entrevista na televisão. O atleta indicou que ficou consternado com os comentários.

Alaba, que atua como zagueiro, lateral-esquerdo e também já jogou no meio de campo, está no Bayern de Munique desde 2008. O austríaco foi promovido à equipe principal em 2010 e, no total, disputou 394 partidas pelo time bávaro. Ele também teve uma passagem curta pelo Hoffenheim na temporada 2010/2011.

Alaba ganhou nove títulos nacionais e foi campeão da Liga dos Campeões duas vezes, em 2013 e 2020. Seu contrato expira no final deste temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.