Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Alan Kardec avisa que a prioridade é ficar no Palmeiras

Com contrato até o fim de junho, atacante já é alvo de especulações

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

20 de março de 2014 | 16h32

SÃO PAULO - Com contrato até o fim de junho, o atacante Alan Kardec já começa a ser alvo de especulações. Entretanto, o jogador tenta não se envolver nas negociações sobre seu futuro, mas deixa claro que se depender apenas de sua vontade, ele permanece no Palmeiras.

"Quero permanecer aqui. Minha família está adaptada, fiz amigos e me sinto identificado no Palmeiras. Não conversei com ninguém sobre isso, até porque estamos entrando em fase de mata-mata e se eu me preocupar com o extracampo pode me atrapalhar", disse o atacante.

O jogador, claramente medindo as palavras para evitar polêmicas, deixa claro que nada em relação ao seu futuro está descartado. "Quero ficar, mas no futebol as coisas são dinâmicas". Vale até mesmo defender um rival. O Corinthians é um dos interessados no jogador.

"Vejo isso como um reconhecimento do meu trabalho. Já recebi proposta do Flamengo e agora voltam a falar do Corinthians. Quando estava no Santos também chegaram a falar do Corinthians. Não tenho muito o que falar em cima de hipóteses. Sempre fui muito profissional. Joguei dez anos no Vasco, sou vascaíno, mas se chega uma proposta do Flamengo, por exemplo, eu vou recusar só por ser o Flamengo?", questionou.

O Palmeiras tem prioridade na compra do jogador até 31 de maio. O valor a ser pago ao Benfica é de 4 milhões de euros.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasAlan Kardec

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.