Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Alan Kardec quer que Palmeiras marque pressão contra o Ceará, na Série B

Atacante pede para time jogar avançado e ofensivo em jogo deste sábado, em Fortaleza

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

31 de agosto de 2013 | 08h03

SÃO PAULO - O atacante Alan Kardec afirmou que o Palmeiras tem que marcar pressão na saída de bola adversária para vencer o Ceará, neste sábado, na Arena Castelão, pela Série B. O jogador quer que a escalação mais ofensiva do time para a partida se transforme em um posicionamento mais avançado no campo do aversário.

"Para vencer vamos ter que cercar, arriscar e marcar pressão. Quando jogamos avançados, conseguimos ir bem na Série B", explicou o atacante, que é o artilheiro do Palmeiras na competição, com cinco gols. "Temos que mostar uma postura aguerrida para voltar a vencer", completou.

O time vem de duas derrotas consecutivas, ao perder por 1 a 0 para o Boa, no último sábado, e levar 3 a 0 do Atlético-PR, quarta-feira, resultado que decretou a eliminação na Copa do Brasil e levou o elenco a tomar uma bronca da direção. Neste sábado, portanto, será a chance de mostrar serviço.

Se Alan Kardec quer um time mais avançado, a escalação dá bons indícios de que isso vai acontecer. O técnico Gilson Kleina conta com o retorno de Valdivia e manteve ao lado do chileno o meia Mendieta. Assim, o Palmeiras vai a campo com dois armadores, em vez de apenas um, como vinha acontecendo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasSérie BAlan Kardec

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.