Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

Alan Kardec volta a correr no São Paulo três meses após cirurgia

Atacante tem volta prevista aos gramados para outubro

O Estado de S. Paulo

13 de julho de 2015 | 15h33

O atacante Alan Kardec, do São Paulo, correu pela primeira vez nesta segunda-feira desde que foi submetido a uma cirurgia para se recuperar de lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito. Sem atuar desde abril, o jogador tem avançado nas etapas para voltar aos gramados e tem o retorno previsto para outubro.

Kardec se lesionou no dia 1º de abril, em Buenos Aires, onde o time enfrentava o San Lorenzo, pela fase de grupos da Copa Libertadores. O atacante sentiu dores no fim do primeiro tempo, até tentou continuar em campo, mas teve de ser substituído. O departamento médico do clube optou pela cirurgia e desde abril o jogador tenta se recuperar do procedimento.

Nesta segunda, enquanto o elenco ganhou folga após a vitória sobre o Coritiba, pelo Brasileirão, o jogador correru na esteira na academia no CT da Barra Funda. "Foi bom, porque me senti bem. A gente já tinha programado este processo, então tudo correu como o esperado. Completei três meses de recuperação e, felizmente, estou me sentindo muito bem", comentou o atacante em entrevista para o site oficial do clube.

Sem o atacante, o São Paulo promoveu recentemente dois jogadores da base para compor as opções para o setor. João Paulo e Luiz Araújo já treinam com elenco e estão à disposição para as partidas. Pela programação da comissão técnica, até outubro o atacante seguirá trabalhando em período integral para, aos poucos, integrar novamente as atividades do time. 

O jogador vai passar a correr pelo gramado depois de ter se adaptado à esteira e além disso, também faz fortalecimento muscular na academia e em exercícios de hidroginástica. "Tenho tido uma melhora na parte física e muscular, porque são ganhos conjuntos. Hoje foi um passo importante, e por isso estou feliz. A tendência é melhorar ainda mais", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.