Alba renova contrato com o Barcelona até 2020 com multa milionária

O Barcelona anunciou nesta terça-feira a renovação do contrato de Jordi Alba até 2020, o que mantém o jogador da seleção espanhola vinculado por mais cinco anos ao clube, do qual vem sendo titular absoluto da lateral esquerda nas últimas três temporadas.

Estadão Conteúdo

02 de junho de 2015 | 09h13

O atual contrato de Alba com o Barcelona se encerraria apenas em 2016, mas agora as partes chegaram a um acordo para ampliá-lo, a quatro dias da decisão da Liga dos Campeões da Europa, no próximo sábado, em que o time catalão vai encarar a Juventus em Berlim.

A renovação do contrato de Alba, que possui uma cláusula de rescisão de US$ 164 milhões (R$ 519 milhões), o solidifica como dono da lateral esquerda do Barcelona. Enquanto isso, a situação da lateral direita segue indefinida, ainda mais após o brasileiro Daniel Alves exibir na semana passada o distanciamento entre ele e a direção do Barcelona para renovar o seu contrato, o que hoje parece improvável.

O Barcelona, que tentará levar o título da Liga dos Campeões no próximo sábado para completar uma temporada perfeita, em que já venceu o Campeonato Espanhol e a Copa do Rei, não pode realizar contratações na próxima janela, pois foi punido pela Fifa, por descumprir o regulamento de transferências de jogadores menores de idade.

Alba chegou ao Barcelona em 2012, contratado junto ao Valência. O lateral-esquerdo disputou 43 partidas oficiais e marcou dois gols na atual temporada. Ele também é titular habitual da seleção espanhola.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBarcelonaJordi Alba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.