Alberto garante que não volta à Rússia

O atacante Alberto segue recebendo cuidados médicos no Hospital Proncor de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, depois de ter contraído pneumonia na Rússia, onde defende o Dínamo de Moscou. Campeão brasileiro em 2002 pelo Santos, o jogador de 28 anos não voltará para o clube russo, segundo garantiu nesta sexta-feira o pai do atleta, José Valdir de Souza."Eu desconheço história semelhante no futebol mundial. No dia 27 do mês passado, liguei às 14 horas locais para meu filho, meia-noite em Moscou. Ele tinha acabado de chegar da Turquia e já estava aprontando as malas para viajar para a Espanha para o início da temporada do futebol europeu, quando percebi diferença na sua voz. Estava ofegante, diferente. Daí eu falei para ele que poderia ser uma pneumonia. Ele disse que os médicos do Dínamo não confirmavam essa suspeita", disse.Alberto contou ao pai que na ocasião sentia fortes dores no peito e nas costas, e quando chegou a Madri não suportou. Um dos médicos espanhol diagnosticou a doença. "O diretor do time ficou uma fera. Chamou os médicos de incompetentes, e imediatamente liberou meu filho para ser tratado no Brasil", comentou. "Foi um sufoco muito grande. O Alberto não quer mais voltar para a Rússia. Por enquanto estou aguardando sua total recuperação. Depois vou lutar com todas as armas necessárias, para que ele não volte mesmo para lá", ressaltou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.