Alberto Valentim deixa o Palmeiras e se torna técnico do Red Bull Brasil

Valentim foi auxiliar de Cuca na campanha do título Brasileiro

Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2016 | 17h34

Alberto Valentim, campeão brasileiro pelo Palmeiras como auxiliar técnico de Cuca, assumiu nesta tarde o comando técnico do Red Bull Brasil. Ele aceitou o desafio de iniciar a carreira solo por conhecer a estrutura do time campineiro, que mantém um centro de treinamento na cidade de Jarinu.

"Aceitei esse convite porque sempre disse que escolheria bem o lugar onde queria começar. E as referências do clube são as melhores possíveis, um lugar com pessoas sérias e um projeto vencedor. Estou muito confiante", comentou.

Valentim está com 41 anos e vai ter a companhia de Fernando Miranda, que ocupará o cargo de auxiliar técnico. O novo comandante do Red Bull Brasil é mais um nome a deixar a comissão técnica do Palmeiras - Cuca saiu do time por questões pessoais.

A meta do clube nesta temporada é se manter na elite do futebol paulista e buscar o acesso dentro do Campeonato Brasileiro da Série D, no segundo semestre. Mas o técnico já avisou que vai caminhar passo a passo priorizando o Paulistão e depois planejar a Série D. para ele o sucesso do time depende da "integração da comissão técnica, diretoria e atletas".

Nesta tarde, Valentim já teve o primeiro contato com os jogadores e agora inicia um período de avaliação do elenco, que não está fechado para o Paulistão, que permite a inscrição de 28 atletas. O site oficial do Palmeiras também publicou uma carta de despedida do agora treinador.

"Um ciclo da minha vida profissional, talvez o mais importante até aqui, terá que terminar. Mas acredito que em toda trajetória, cedo ou tarde é preciso escolher um caminho e nem sempre essa decisão é fácil", escreveu, declarando que espera voltar um dia ao Palmeiras.

"Sigo para abraçar um novo projeto com a sensação de missão cumprida. Tenho a convicção de que ter passado por aqui e ter trabalhado com cada um de vocês foi fundamental para ter condições de seguir enfrentando novos desafios. E espero sinceramente que este não seja um 'adeus', mas um 'até breve'", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasBrasilValentimPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.