Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Alberto Valentim tem problemas para escalar o Palmeiras contra o Vitória

Cinco titulares estão fora da partida e treinador deve contar com a estreia de Bernardo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

16 de maio de 2014 | 08h15

SÃO PAULO - Enquanto a diretoria do Palmeiras quebra a cabeça para definir o novo treinador, o time continua a busca pela reabilitação no Campeonato Brasileiro para conseguir chegar na paralisação para a Copa nos primeiros lugares.  No domingo, o time tem um teste complicado, diante do Vitória, em Salvador. O técnico Alberto Valentim não terá mais dois titulares para o jogo, além de Fernando Prass, Bruno César e Valdivia, que já não jogaram contra o Sampaio Corrêa, na quarta-feira.

Leandro se apresentou à seleção brasileira sub-21 que vai disputar um torneio em Toulon, na França, e só volta a jogar pelo Palmeiras depois da Copa. William Matheus sofreu entorse no tornozelo direito e desfalca o time nos próximos jogos.

Alberto deve colocar Marquinhos Gabriel no lugar de Leandro e na lateral ele pode recolocar Juninho. Ou então, deslocar Marcelo Oliveira para o setor e apostar em Wellington na zaga.

No gol, Fábio permanece como titular e a cada dia ganha mais espaço. Segundo ele, a ajuda dos companheiros de posição faz a diferença. "O Prass vinha de uma sequência muito boa e me deu muito suporte para entrar na equipe. Quanto ao Bruno, não tenho palavras para descrevê-lo. Ele me ajuda muito desde minha chegada ao Palmeiras. Eu o considero praticamente como um irmão."

Bruno, inclusive, chegou a cogitar a possibilidade de deixar o clube, mas com a lesão de Prass, que só volta no meio de agosto, ele deve permanecer.

BERNARDO ESTREIA

A boa notícia é que Bernardo já foi regularizado e tem boas chances de ficar no banco de reservas. Na quinta-feira, inclusive, viveu uma situação curiosa.

Durante o treino, ele se destacou no exercício de finalizações e depois foi bater faltas junto com Chico e Victor Luis. Neste momento, o presidente Paulo Nobre e o diretor executivo José Carlos Brunoro apareceram no gramado para assistir à atividade e, então, o goleiro Bruno passou a brincar com o meia.

"Presta atenção que o presidente está atrás de você. Vamos ver se você é bom mesmo. Vamos ver se valeu a pena você vir", brincou. E Bernardo errou a maioria das faltas. Bruno ria e continuava a brincar com o colega.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasBrasileirão. Vitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.