Alberto vê Gareca motivado para assumir Palmeiras

Desde que chegou ao Palmeiras, Ricardo Gareca ainda não teve contato direto com os jogadores, mas engana-se quem acha que isso signifique falta de empenho. Pelo contrário. Segundo o técnico interino Alberto Valentim, o novo comandante palmeirense está cheio de disposição e pronto para iniciar o trabalho.

DANIEL BATISTA, Agência Estado

31 de maio de 2014 | 18h23

"Ele está supermotivado. Teremos um período junto em hotel e treinos para conhecê-lo a fundo e pegar o mais rápido possível o jeito de trabalhar para recomeçar as partidas com ele tendo 100% de conhecimento do elenco e do futebol brasileiro", disse Alberto, que revelou também não ter tido tanto contato com o novo chefe.

Foram apenas dois encontros com Gareca. Quando ele chegou ao clube, na quarta-feira da semana passada, e na última quinta, em um almoço onde discutiram o planejamento para depois do jogo contra o Grêmio, neste domingo, em Caxias do Sul.

Segundo Alberto, os jogadores também estão ansiosos e motivados para iniciar o novo trabalho. "Tenho conversado com os jogadores e eles têm ansiedade porque querem conhecer o trabalho do Ricardo (Gareca)", assegurou o interino.

O motivo da ausência do treinador argentino nos treinos foi explicada por Alberto. "Perguntei se ele queria ter contato com os jogadores e ele não quis atrapalhar. Mas está acompanhando de perto", assegurou o interino, que se despede do comando da equipe neste domingo - mas vai continuar no clube, como auxiliar de Gareca.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasGareca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.