Divulgação
Divulgação

Álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 2014 terá muitas novidades

Empresa vai criar interações para o colecionador e investe na fábrica para suprir a demanda

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

23 de agosto de 2013 | 18h02

SÃO PAULO - Sucesso na Copa de 2010, o álbum de figurinhas do Mundial de 2014 já está sendo pensado e o colecionador pode esperar muitas novidades. "Haverá muita ligação com a internet, pois teremos o álbum virtual no site da Fifa e talvez usemos a ferramenta de realidade aumentada. Mas é cedo para falar, pois ainda estamos na fase de desenvolvimento", revela José Eduardo Severo Martins, diretor-presidente da Panini.

Ele explica que a produção do álbum começa no final de fevereiro e avisa que foi feito um investimento de 500 mil euros na fábrica e para alcançar a produção diária de 10 milhões de envelopes, para distribuir para toda América Latina. "A cada quatro anos temos um pico de vendas. Em 2010, o álbum foi distribuído em 110 países e foi um grande sucesso", diz.

Martins lembra que o interesse dos brasileiros cresceu bastante em 2010 e que a venda de cromos do álbum da Copa superou as expectativas. "Para se ter uma ideia, o Brasil foi a filial que mais vendeu figurinha, à frente da Alemanha e da Suíça. Neste ano, fizemos o álbum da Copa das Confederações e também foi muito bom. Essa foi a primeira vez e deu certo."

Para entrar no clima do torneio, a Panini também terá um material especial que abordará as outras edições da Copa. "Vamos lançar um material chamado 'O Brasil de Todas as Copas', que terá muitas interações. O Pelé aceitou participar, já temos até o contrato assinado com ele. Queremos contar a história dos mundiais através das figurinhas", conclui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.