Alecsandro comemora fim do jejum de gols no Vasco

No dia em que o Vasco apresentou um reforço para o ataque, o desconhecido Kim, retornado do futebol árabe, o titular ponta de lança vascaíno comemorava o fim do jejum de cinco jogos sem gols. Com dois tentos na vitória sobre o Atlético-PR, ambos marcados quando a torcida pedia por Elton, Alecsandro sabe que sempre estará sob forte cobrança.

AE, Agência Estado

19 de julho de 2011 | 20h06

"Não fico nem um pouco preocupado quando demoro esta quantidade de partidas para fazer gol. Cinco não é nada de absurdo. Mas tenho consciência de que um camisa 9 tem sempre que fazer gol e estou aberto para as cobranças", disse o centroavante, enquanto Kim era apresentado aos jornalistas.

Saído do Al Arabi, do Catar, depois de oito anos entre o futebol das arábias e o francês, a revelação do Atlético-MG sabe que vai precisar mostrar quem é para o público brasileiro.

"Na França, em pouco tempo conquistei o meu espaço. Vou dar a resposta dentro de campo para quem está com o pé atrás comigo. Todos vão ver meu resultado dentro de campo", prometeu Kim.

O Vasco volta a campo no domingo contra o Atlético-MG, em Ipatinga, e o técnico Ricardo Gomes vai poder contar com Eduardo Costa e Julinho. Ambos foram regularizados e estão liberados.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.