César Greco/Divulgação
César Greco/Divulgação

Alecsandro diz que vencer o Coritiba é obrigação do Palmeiras

Atacante lamenta as duas derrotas seguidas da equipe no Brasileiro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 de agosto de 2015 | 18h30

Recuperado de uma lesão muscular, o atacante Alecsandro deixa clara sua preocupação com a situação do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Uma sequência de bons resultados, o time alviverde vem de dois resultados negativos, por isso, vencer o Coritiba nesta quarta-feira, em Curitiba, se tornou o grande objetivo para o time alviverde.

"Sabemos de toda a expectativa do torcedor, que quer ver o time na briga pelo título. Pelo elenco que temos, pela cobrança, temos de brigar lá em cima. Já são duas derrotas seguidas, e uma vitória em Curitiba é uma obrigação dentro desse cenário todo", disse o atacante, que pode até aparecer como surpresa entre os titulares, no lugar de Leandro Pereira.

O fato de ter se machucado e ficado pouco mais de um mês fora após fazer apenas três partidas com a camisa alviverde é algo que ainda causa lamentação no jogador. Entretanto, ele não demonstra ansiedade para marcar logo o primeiro gol pelo Palmeiras.

"Fiquei chateado pela lesão, mas foi apenas meu terceiro jogo como titular. O centroavante sempre vai ser cobrado para fazer gols e é o que eu quero. Quero ser cobrado por fazer gols e não por jogar bem. Hoje, mais experiente, não tenho essa ansiedade de marcar gol a qualquer momento. Temos que vencer, independente de fazer gol ou não", alertou. 

Após a derrota para o Cruzeiro por 2 a 1, no domingo, o elenco palmeirense treinou nesta segunda-feira no CT do Atlético-MG, em Belo Horizonte e fez um rápido trabalho de recuperação na sala de musculação. O lateral-direito Lucas e o zagueiro Victor Ramos, ambos suspensos, foram liberados e voltaram para São Paulo, enquanto o lateral-direito Taylor foi chamado para ficar no banco de reservas e ser uma opção no setor, onde o zagueiro Nathan deve atuar improvisado. A delegação do clube segue para Curitiba na noite desta segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.