Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Alecsandro se irrita e diz que Palmeiras abriu mão do Brasileiro

Atacante diz que má fase não influencia na Copa do Brasil

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

29 Novembro 2015 | 20h34

O atacante Alecsandro deixou o gramado do Allianz Parque irritado, nem tanto com a derrota por 2 a 0 para o Coritiba ou com a má atuação da equipe, mas sim, pelo fato de ser lembrada a fraca campanha do Palmeiras no Campeonato Brasileiro e pelo questionamento se as más atuações dos últimos jogos poderão influenciar na decisão da Copa do Brasil.

“Final é final. Não tem problema. A gente quer vencer sempre, mas o jogo de quarta é diferente. Quem vai jogar está descansando e não tem nada a ver o Brasileiro com a Copa do Brasil. Se vocês (jornalistas) fazem sempre essa pergunta, tem que lembrar que o Palmeiras abriu mão do Brasileiro para se dedicar a Copa do Brasil. Foi tudo calculado pelo treinador e pela diretoria”, disse o atacante, que não pode atuar na quarta-feira por já ter jogado pelo Flamengo na competição.

Apesar da derrota, o atacante disse que os jogadores mostraram personalidade para não entregar o jogo. “Mostramos que temos caráter para jogar e não entregar o jogo ao Coritiba. No final, acabamos levando um gol que jogou um balde de água fria”, lamentou, lembrando que o jogo acabou 2 a 0 para o time paranaense.

Alecsandro ainda culpou a falta de entrosamento pela má atuação. “O Coritiba vem jogando junto faz tempo e nossa equipe foi formada anteontem. Nunca tinha jogado com o Nathan e com outros jogadores. Tivemos um treino na véspera do jogo e só. Tomamos dois gols de quem está destreinado, não que o treinador não tenha trabalhado, mas não estamos acostumados a jogar juntos”, justificou.

Com o resultado, o Palmeiras estacionou nos 50 pontos e ocupa a 11ª colocação. Na quarta-feira, o time decide a Copa do Brasil com o Santos, no Allianz Parque.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Futebol Brasileirão Coritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.